É possível ganhar dinheiro pela internet?

ganhar-dinheiro-pela-internet
Convertendo bites em dólares em 3, 2, 1…

“Se precisar de alguma ajuda, é só chamar.”

E foi com essa frase que eu conheci o Rafael Incao, um cara que, em primeiro lugar, quer ajudar a todos a viverem o que desejam verdadeiramente.

( ! ) Só pra voce ter uma ideia: Ele é o dono do blog Mundando, lançou o 1º congresso de Viajantes Aprendizes (um projeto pioneiro e divulgado em vários sites e canais), e está lançando, junto com o Jair Rebello, a primeira turma da Academia de Nômades Digitais. 🙂

O Rafael é formado em matemática, astronomia e coach. Gostava do que fazia mas gostava ainda mais de viajar, e após alguns anos viajando apenas nas suas férias ele percebeu que esperar por elas já não era mais suficiente.

( ! ) Quem nunca pensou nisso que atire a primeira pedra!  (Eu penso isso sempre!)

Foi pensando nisso que o Rafael teve uma ideia que o tirou do emprego “estável” e o colocou na vida de conhecedor do mundo, e ainda por cima, ganhando $$$ por isso!.

E aí voce me diz:

 

#O que isso tem a ver com viajar o mundo ou ganhar dinheiro pela internet?

#O que é um nômade digital?

#Isso dá dinheiro?

 

trabalho-praia
Meu escritório é na praia!

Segundo a fonte Endeavor

O mercado digital cresceu 40% no Brasil só esse ano (2015)

Ele tem sido a alternativa que muitos encontraram para buscar seu lugar ao sol em meio a crise financeira e a modelos empresariais pouco atrativos e parados no tempo.

O baixo ou pouco custo inicial e a independência de grandes variações de mercado, aluguel de local, contratação de pessoas e outra série de tramites e custos viabiliza pessoas com grandes ideias e não necessariamente pessoas com grandes extratos bancários ou um pai rico.

Já sabemos que a internet encurta a distância entre pessoas mas se analisarmos o mercado digital, a internet não só encurta como ACEITA a todos.

Há espaço pra todo mundo com uma boa ideia pois todo mundo viveu experiências únicas e possui um pacote único e exclusivo de habilidades que pode ser útil para alguém.

Não Acredita? Assista a entrevista que fiz com ele explicando tudo! 

(Conexão Online: Rio de Janeiro – Bangkok).

 

Se voce chegou até aqui, PARABÉNS. voce é diferenciado.

Voce está comprometido consigo mesmo para buscar o que realmente acredita.

Se você quer saber ainda mais sobre o curso da Academia de Nômades Digitais que o Rafael Incao cita no vídeo dá uma olhada no site oficial deles → Academia de Nômades Digitais

nomades digitais
Olá nômades!
Recapitulando o que falamos na entrevista:

# A riqueza é aquilo que voce acredita ser riqueza. Se o seu objetivo de riqueza é conhecer o mundo, conheça-o. Viva de forma a conseguir isso, e não coloque condições para que enfim se chegue a sua riqueza.

( ! ) Tenha um OBJETIVO CLARO

# Escolha o seu nicho, não necessariamente o seu produto. Comunique-se com as pessoas para saber o que elas querem ouvir, o que a sua audiência precisa?

( ! ) As vezes o que o seu público quer é diferente do que voce quer dizer.

# Tudo pode se tornar um produto DESDE QUE o seu produto atenda uma determinada “dor”, ou seja,

( ! ) desde que seu conhecimento em algo seja útil para alguém.

(Lembrando que o Rafael lançou seu primeiro ebook sobre como comprar passagens áreas baratas após vivenciar e estudar o assunto.) Ele também deu exemplo de uma amiga que é médica e hoje possui um produto digital.

#A Academia de Nômades propõe a construção de 3 pilares nas pessoas.

1. A Mentalidade: Voce precisa acreditar que é possível.

2. Criação de um negócio digital. Passo a passo para usar ferramentas, criação de domínios, e outros detalhes que ninguém ensina hoje em dia.

3. A Logística para se deslocar ao redor do mundo. Dicas de como conseguir visto em todos os lugares, passaportes, quais lugares te proporcionam uma internet boa, como fazer com o câmbio, como educar seus filhos na estrada. Quanto custa viver em cada lugar do mundo? Vivências de viajante em si que te possibilitam ser um nômade, mas lembre-se, você pode ter um mercado digital sem ser nômade.

#O que é ser um nômade digital ?

1. O nômade Digital não tem residência fixa

2. O nômade Digital tem seu negócio na internet.

Se você chegou até aqui, parabéns novamente, lá vem a cereja do bolo:

#Voce gasta em média cerca de 1500-2000 dólares por mês para viver como nômade, em qualquer lugar do mundo. Pagando tudo!
Tá bom pra você?

 

Hoje o Rafael mora onde quiser e trabalha do Japão, ou do Hawai ou da casa dos pais dele.

Ele vive o que quer viver.

Ah sim, e ele hoje, ganha mais do que ganhava no tal emprego ‘estável’.

A maioria das pessoas não acredita que possui algum conhecimento que será útil para alguém além dos moldes tradicionais de trabalho.

Será que é mesmo sonho querer trabalhar com o que se gosta e faz bem ou é apenas o conceito essencial de trabalho!? Trabalhar não é uma forma de trocar algo que se sabe por, por exemplo, dinheiro? E que mal há nisso?

 ( ! ) Quando foi que voce desistiu de sonhar?

nomades-digitaisQuer saber como o Rafael transformou todos os dias da semana em sextas feiras? Então vamos junto!

Gostou do post com video? Me fala o que achou! 

Quem gostou curte e quem não gostou compartilha!

Deixe seu comentário!

Loading Facebook Comments ...

3 Replies to “Ganhar dinheiro pela internet e viajar o mundo, por Rafael Incao

  1. Parabéns pela iniciativa, pessoal!!

    A entrevista é bem interessante e mostra que é possível sim fazer o que gosta (viajar) e trabalhar de onde quiser! Claro que é necessário um pouco de paciência, ousadia e gostar do que faz, ja que é com paixão que as coisas dão certo!!!
    Ansiosa pelas próximas matérias!!

    Grande abraço!

    1. Muito Obrigada Renata!
      Essa foi a ideia, transmitir que é possível, tirar algumas ideias amarradas que 99% das pessoas tem.
      Que bom que gostou, sem dúvidas to fazendo o possível para melhora a cada dia e espero feedbacks assim, positivos ou criticas também, para seguir com isso
      Obrigada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading Disqus Comments ...