O que Junho tem de bom para os viajantes? Onde ir?

Já estamos na metade do ano! Desde Fevereiro e até o fim do ano, terei uma super lista para te mostrar onde estar em cada dia do ano. 

As listas dos outros meses você confere na sessão:  Onde ir em cada mês?

Os 366 lugares que irão surgir aqui até o fim do ano vem do livro da Lonely Planet chamado The Best Place to be Today: 365 Things to do & the Perfect Day to do Them”, ainda sem tradução para o português e que só vende por encomenda. Seria algo como: O melhor lugar para se estar hoje: 365 coisas para fazer e o dia perfeito para fazê-las, na minha tradução livre, em português e de graça. 


Para não perder posts como esse você pode se inscrever aqui ou no formulário que aparece no final desse post. 😉


Calendário de Junho

 

o que fazer em junho - calendário

O maior festival de musica do mundo, mes das festas juninas no Brasil e comemorações ao Santo Antônio ao redor do mundo, grandes espetáculos da natureza para observar o por , nascer e um dia todo de sol no dia mais longo do ano. Tudo isso em Junho, vem ver cada detalhe!

01 de Junho – Kingston, Ilha de Norfolk, Austrália.

02 de Junho – Rynek Glówny, Cracóvia, Polônia.

03 de Junho – Brasil

04 de Junho – Parque de Corbett, Uttarakhand, India

05 de Junho – Bovec, Eslovênia.

06 de Junho – Namíbia.

07 de Junho – Sudoeste da Turquia.

08 de Junho – Yunnan, sudoeste da China, China.

09 de Junho – Bukit Peninsula, Bali, Indonésia

10 de Junho – Parque Nacional de Yosemite, Califórnia, EUA

11 de Junho – Ilhas Lofoten, Noruega.

12 de Junho (dia dos namorados) – Cidades aconchegantes para ficar a dois ou encontrar sua alma gêmea.

13 de Junho – Alfama, Lisboa, Portugal.

14 de Junho – Ilha de Vancouver, British Columbia, Canadá.

15 de Junho – Gubbio, Umbria, Itália

16 de Junho – Dublin, Irlanda

17 de Junho – Palazzo Medici, Pisa, Itália

18 de Junho – Walrus Ilhas Santuário, Alaska, EUA

19 de Junho – Scottish Borders, Escócia.

20 de Junho – Verona, Itália.

21 de Junho – Stonehenge, Wiltshire, Inglaterra

22 de Junho – Arquipélago de Bazaruto, Moçambique.

23 de Junho – Mt Damavand, faixa de Alborz, Irã

24 de Junho – Sacsayhuamán, Cuzco, Peru.

25 de Junho – Masai Mara e Serengeti, Quênia e Tanzânia.

26 de Junho – Parque Nacional de Loango, Gabon.

27 de Junho – Worthy Farm, Somerset, Inglaterra.

28 de Junho – John O’Groats, Grã-Bretanha.

29 de Junho – Haro, La Rioja, Espanha.

30 de Junho – Caucasus, fronteira entre Russia–Georgia, Russia.


Onde ir em Junho – Dia a Dia

01 de Junho
Kingston, Ilha de Norfolk, Austrália.

Porque agora: Voar para uma remota ilha do Pacífico e comemorar seu passado rebelde.

Em 1789, Fletcher Christian se rebelou contra o seu capitão, William Bligh, enquanto eles navegavam ao Sul d Pacífico. Após um período turbulento, e com a permissão do governo britânico, os descendentes dos navegantes rebeldes partiram para a desabitada ilha de Norfolk para a criação de um novo lar. Assom, em 01 de junho comemora-se esta chegada. Há procissões, jogos e muita festa.

02 de Junho
Rynek Glówny, Cracóvia, Polônia.

Porque agora: Participar de uma grande parte da lenda polonesa.

Quando o chefe dos jangadeiros de Cracóvia derrotou um Tatar no século 13, ele, triunfante entrou na cidade. Essa história tornou-se um mito folclórico e foi comemorado por mais de 200 anos, com a procissão de Lajkonik. Um homem trajado com vestes mongóis, monta um cavalo de pau coberto com penas de pavão, acompanhado pelo grupo musical Mlaskoty. O caminho se dá de Zwierzyniec para a praça principal, onde o prefeito cumprimenta e homenageia Lajkonik. No caminho, o bárbaro dança, pula, cumprimenta pessoas nas ruas e atinge pessoas com seu bastão, para trazer boa sorte.

03 de Junho 
Brasil

Porque agora: É FESTA JUNINA

festa junina de caruaru

“Olha a cobra! … É mentiiiira!… “. Quem nunca participou de uma quadrilha? ou comeu pipoca, quentão pinhão e pamonha em uma festinha vestido de roupa xadrez? O mês de Junho no Brasil é mês inicial de uma das maiores festas folclóricas brasileiras, as festas juninas, ou festa de São João. O Santo, homenageado dia 24 de junho, recebe homenagens e festas ao longo de todo mês. Confira as datas e atrações das maiores festa do país:

São João de Caruaru

Considerado por muitos como o “Maior São João do Mundo”, o evento oferece sempre estrutura grande e para muita gente. Inicia no dia 04 de junho e vai até dia 29 de junho. Em 2016 terá shows de Elba Ramalho e Nando Cordel, além de  Luan Santana, Aviões do Forró e outros.

São João de Campina Grande

Mais um grande evento que disputa todo ano em publico com o São João de Caruaru ( em em 2016 promete mais público), além de atrações musicais, haverá parque de diversões , quadrilhas, barracas de comida e outras atrações. Inicia no dia 03 de junho e vai até dia 03 de julho. Em 2016 terá shows de Wesley Safadão, Aviões do Forró e Padre Fábio de Melo, Jorge e Mateus e outros.

São João de Aracajú – Forró Caju

O Forró Caju é considerada uma das maiores festas juninas do Nordeste e atrai cerca de 1 milhão de pessoas todo ano. O foco é no Forró, mais do que nas musicas sertanejas e tradicionais. Esse ano (2016) vai de 18 de junho a 29 de junho e contará com shows de Aldemário Coelho e Cavaleiros do Forró

São João de Salvador/Bahia

O São João na Bahia é presente em todas as cidades e muitos shows acontecem! Como uma espécie de segunda edição de carnaval anual, Salvador, a capital, é a que reúne maior número de artistas , de forró a musicas sertanejas e tradicionais. A previsão é de mais de 100 shows , incluindo Zezé de Camargo e Luciano, Bell Marques e Wesley Safadão. Há shows e eventos nas diferentes cidades durante todo o mes de junho. 

 

04 de Junho
Parque de Corbett, Uttarakhand, India

Porque agora: Apesar de quente, é a melhor época para observar os tigres. 

Corbett foi o primeiro parque nacional da Índia, e agora é o lar de cerca de 10% de tigres do país. Suas altas florestas dificultam a observação dos tigres, mas não nessa época. A floresta seca, os poços secam e a cobertura da área por grama é mínima, assim, fica mais fácil ver os tigres. Em Corbett, há safaris por jipe ou nas costas de elefantes (tadinhos). Corbett é também o lar de cerca de 50 espécies de mamíferos e 600 espécies de aves. 

05 de Junho
Bovec, Eslovênia.

Porque agora: Graças a neve, a época é boa para quem quer fazer rafting e quem quer ver uma cachoeira de neve.

A pequena cidade eslovena de Bovec tem muito para oferecer aos viajantes ávidos por aventura. Com os Alpes Julian acima, o rio Soča abaixo e o Parque Nacional de Triglav na parte de trás, você pode passar uma semana por lá sem nunca fazer a mesma coisa duas vezes. Escalada, pára-quedismo, parapente, bungee jumping e, no inverno, esqui. Mas o melhor de tudo é o rafting e caminhadas. A temporada de rafting vai de abril a outubro; mas Junho é o melhor mes pois a neve derretida mantém os níveis de água elevados. Mas outra visão impressionante só se consegue nessa época do ano, a caminhada para chegar a cachoeira de Boka, 5,5 km ao sudoeste de Bovec. A queda tem cerca de 100 m de altura, por dentro das Montanhas Kanin, e nessa época há os últimos flocos de neve derretendo, numa mistura de gelo e água incrível. 

06 de Junho
Namíbia

Porque agora: Você vai encontrar animais selvagens começando a se agrupar em torno de nascentes de água.

Namíbia é um lugar diferente de qualquer outro – e é perfeito em junho. Ao longo da costa atlântica da Namíbia está o deserto do Namibe. Na parte sul, ao longo do rio Fish Canyon, há um caminho de 85km, de areia, que nás épocas de seca tornam-se o caminho principal com o rio já seco. Devido a inundações e calor, a via está aberta apenas de meados de Abril a meados de Setembro. No norte, voce pode conhecer o Parque Nacional Etosha, que significa: “Grande local de água seca”, venha agora e você encontrará animais selvagens se agrupando em torno dos poucos poços ainda não secos.

07 de Junho
Sudoeste da Turquia

Porque agora: Curta um cruzeiro no mediterrâneo.

Vamos começar o mês com um cruzeiro um pouco diferente, pelo sudoeste da Turquia. Na época da guera o escritor e pintor Cevat Şakir Kabaağaç escreveu um relato de suas excursões de barco ao longodo mar Egeu e do oeste do sul da Turquia. Kabaağaç chamou seu livro Mavi Yolculuk (azul Voyage), nome que hoje representa todas as viagens de barco ou navio ao longo destas costas. O mais popular é um cruzeiro de quatro dias e três noites entre Fethiye e Kale (Demre); a rota entre Marmaris e Fethiye, também de quatro dias, é mais bonita. De qualquer maneira, você vai gostar, é uma das paisagens mais lindas de cruzeiros. Época boa é início de junho, antes das férias, mas julho e agosto tem tempo bom (e quente) também. 

08 de Junho
Yunnan, sudoeste da China, China

Porque agora: Caminhada em meio a colinas com plantas e flores silvestres.

Já falei por aqui sobre as caminhadas nas cidades do Japão, e também te contei sobre o fato de que são muitas. Muitas MESMO. O motivo para falar delas de novo é que se você deseja caminhar por todas, tem que começar agora, antes que o verão chegue. Em 1964 o alpinista Fukada Kyūya lançou seu livro, no qual ele escolheu as 100 famosas montanhas do Japão. A ideia era que as pessoas escolhessem quais das 100 queriam de acordo com seu estilo, mas não funcionou assim, as 100 montanhas viraram obrigatórias para os alpinistas e amantes do trekking. Voce pode levar 1 ano ou 30 para completá-las, depende do seu tempo. Não tem tempo para todos eles? Escolha a icónica Monte Fuji, considere o Tsukuba, que segundo a lenda abençoa os casais, e o Monte Rishiri, com uma visão única sob um vulcão.

Bukit Peninsula, Bali, Indonésia

Porque agora: Este mês surgem as melhores ondas na ilha paradisíaca.

onde ir em junho - dia 09 - BALI

Para os amantes do surf, o sul de Bali e junho são feitos para agradar. A temperatura da água, altura das ondas ( e diversidade de alturas também) são ideais aos praticantes desde iniciantes alunos de surf até as lendas do surf. Kuta, a antiga vila de pescadores virou um centro turístico super desenvolvido, e também o lugar para ampliar a sua experiência de surf da Indonésia; a partir daqui você pode organizar uma semana ‘surfista’ para outras partes da Indonésia, incluindo ao Grajagan. Você vai encontrar pranchas de surf e pranchas de bodyboard para alugar em Kuta, com qualidade e preços variáveis. Kuta é também o principal ponto de entrada para os viajantes que voam para Bali – Denpasar, já que Aeroporto fica nas proximidades.

10 de Junho
Parque Nacional de Yosemite, Califórnia, EUA

Porque agora: Curta uma caminhada por um dos grandes parques nacionais na melhor época (e mais bonita)

Yosemite não foi o primeiro parque nacional do mundo mas foi foi onde John Muir, padrinho do movimento de conservação, se inspirou pela primeira vez a criar seu movimento. Yosemite se tornou o segundo parque nacional do mundo em 1890 e 3100 km quadrados de vale de cimeiras alpinas, árvores enormes, vida selvagem abundante, cascatas, etc etc. Junho é um grande mês para conhece-lo pois há o degelo dos altos picos de Sierra Nevada e das inúmeras cachoeiras , (incluindo Bridal Veil Falls e 739m Yosemite Falls). Para facilitar, o roteiro deve ser feito do final de maio até meados de Outubro.

11 de Junho
Ilhas Lofoten, Noruega.

Porque agora: Se você está subindo tão ao norte fazê-lo no verão, talvez sob o sol da meia-noite.

O pulo nos chifres
O pulo nos chifres

Svolvaergeita (a Cabra “Svolvær”) é um dos símbolos de Lofoten, um pico em duas frentes que se eleva acima da cidade. A escalada é um dos esportes da Noruega, e esse desafio em questão não é bem na subida mas em como descer um vez que se está no topo. Tendo escalado, é quase obrigatório que você, em seguida, salte de um “chifre” da cabra (lado) para o outro. – VEJA A FOTO – A maioria das pessoas consegue facilmente acessar a base de Svolvaergeita, mas para atingir os chifres é necessária uma escalada de nível avançado ao longo de 40 m. E se voce estiver indo para lá, talvez chegue as chifres a meia-noite, e curta o sol da meia noite norueguês no pico.

12 de Junho (dia dos namorados)
Cidades aconchegantes para ficar a dois ou encontrar sua alma gêmea.

Dia dos namorados

Porque agora: Porque o dia pode te inspirar

Pode ser auto-promoção/jabá no post pode? Quem quer uma desculpa para viajar a dois achou seu motivo. Dar uma viagem ao seu amado (a) é sempre uma boa forma de se presentear também. Nesse post aqui eu falei sobre ideias de presentes ao namorado (a) em diferentes locais, tenho certeza que uma das opções se encaixam no bolso e gosto de todo mundo. 

13 de Junho
Alfama, Lisboa, Portugal.

Porque agora: Para comer sardinhas e encontrar o verdadeiro amor com um pouco de ajuda do santo casamenteiro.

Dia 12 pode ser o dia dos namorados no Brasil, mas o Santo Antônio, padroeiro dos casais, tem sua homenagem e festa no dia 13 de junho. Além de santo casamenteiro, Santo Antônio é padroeiro de Lisboa, e a capital de Portugal fica em êxtase. Conta a história que o santo estava em Rimini, Itália, deprimido pois os moradores não quiseram ouvir seus sermões. Ele vagou para a costa a fim de observar os peixes, de repente, os peixes levantaram a cabeça acima das ondas e curvaram-se para mostrar reverência. Hoje, em Lisboa, há um desfile na Avenida da Liberdade e varandas são cobertas com serpentinas e lanternas de papel. Além disso, as moças solteiras realizam rituais (quem nunca comeu bolo de anto Antônio?) para  pedir ao Santo ajuda para encontrar um marido digno.

14 de Junho
Ilha de Vancouver, British Columbia, Canadá.

Ilha de Vancouver

Porque agora: Para fazer caminhada em um dos pontos mais legais do mundo antes da alta temporada.

Na Ilha de Vancouver foi construída uma trilha com 75km de comprimento para servir de rota de fuga para sobreviventes de naufrágio, em uma época em que ocorriam acidentes marítimos horríveis. É uma caminhada impressionante que leva entre cinco e sete dias, passando por pinheiros, cedros e cicuta nas florestas virgens, através de falésias e pontes. Ao longo do caminho observa-se trechos de praias desertas-se com piscinas claras, você vai subir centenas de degraus rochosos, riachos transversais em toras escorregadias, e pode andar por lama até os joelhos. O nível de aptidão é intermediário e avançado. A trilha está aberta de Maio a Setembro, e licenças são necessárias. Entre 15 de Junho e 15 de Setembro (época de pico caminhadas) reservas adicionais também são necessários pois é a fase de condição climática ideal.

15 de Junho
Gubbio, Umbria, Itália

Porque agora: Apreciar a comida na cidade russa, enquanto o sol se põe.

Nem pense em dormir no alto verão russo. Em vez disso, abrace o Beliye Nochi – Noites Brancas. Devido à sua latitude norte (aproximadamente o mesmo que o sul da Groenlândia), a cidade de St Petersburg possui longos dias de sol (ou períodos com luz) todo final de maio a início de julho. O período mais iluminado é durante a segunda metade de junho, quando ao invés de escurecer completamente, ocorre um crepúsculo ‘mágico’. St Petersburg aproveita ao máximo esta iluminação extra. Um festival cultural acontece na cidade, com balé e apresentações de orquestra, muitos realizada no Grande Teatro Mariinsky. Se não quiser curtir esses eventos mais black tie, passe seus dias de sol no Letnii Sad (Jardins de verão) ou pelo rio Neva, em seguida, faça o passeio da noite para ver as pontes (uma tradição local). A ideia é não dormir, entao encerre a noite em uma festa, balada ou esperando o sol brilhar novamente ( o que será rápido!).

16 de Junho
Dublin, Irlanda

Porque agora: Vivenciar uma grande obra literária, por passar o dia como um personagem do escritor James Joyce.

James Joyce foi um escritor Irlandes, e esse é o dia em que ele lançou sua obra prima, Ulysses. A tradição de comemorar a data começou em 1954, quando alguns escritores locais tentaram visitar todos os locais presentes no livro do escritor, (detalhe: vestidos como um dos personagens, o Edwardians). Hoje os fãs do escritor usam ainda os trajes vestidos nos livros (alguns) e passam o dia vivenciando as histórias do livro, como um almoço irlandês, leituras, passeios guiados, visitas a pubs e comer o clássico dos livros de James Joyce, um sanduíche de gorgonzola. Passeio no mínimo diferente, pra não dizer bem bizarro!

17 de Junho
Palazzo Medici, Pisa, Itália

Porque agora: Assistir uma corrida de barcos ao estilo velozes e furiosos e uma premiação muito louca.

Quatro barcos a remos representam as quatro regiões da cidade. Cada barco possui 10 pessoas remando contra a corrente. No barco há um alpinista (sim!) que deve escalar um mastro de 10m do barco e pegar um paliotto (bandeira de seda). A bandeira azul indica o primeiro lugar, o branco é segunda, vermelho é o terceiro.  e aí tem a premiação: os vencedores recebem um boi ou o galo; os perdedores um par de ganso e muito bullying. 17 de junho com mais bizarrices! Esse mês promete!

18 de Junho
Walrus Ilhas Santuário, Alaska, EUA

Porque agora: Para assistir a luta entre as morsas no Alaska.

As morsas femeas desfilam e as morsas machos vão tentar conquista-las, obviamente acontecem kutas entre as morsas macho e algumas delas (dizem) são simuladas, só pra conquistar a femea. A morsa gosta mesmo de dormir e só sair para caçar alimento quando sente fome. A dinâmica fica mais emocionante na ilha redonda, onde de 2000 a 14.000 machos disputam em uma única praia. A ideia aqui é curtir um acampamento selvagem na ilha e observar os animais.

19 de Junho
Scottish Borders, Escócia.

Porque agora: Cavalgue  e curta tradições antigas.

A equitação ocorre durante todo o verão nas principais cidades da Escócia e vem de uma tradição medieval. Hoje em dia e em junho especialmente, esse momento, em especial uma batalha de 1513, é relembrado como um evento colorido, envolvendo comboios extravagantes de cavaleiros desfilando junto a bandeira da cidade. As festas variam de cidade para cidade, mas todas em geral envolvem canto, esportes, concursos, concertos e, claro, cervejas escocesas, que nunca faltaram naquela época medieval. Tão importante quanto a procissão é o hábito da bebida e drinks, como a coalhada e creme (uma mistura de rum e leite). Enquanto você estiver na área, visite Abbotsford House (a poucos km de distância de Selkirk), a residência do escritor renomado escocês Sir Walter Scott.

20 de Junho
Verona, Itália.

Porque agora: Assista o melhor da ópera em uma autêntica arena romana.

Construído pelos romanos em 30 dC, a Arena de Verona conseguia receber 30.000 espectadores por dia. E continua recebendo a cada verão, quando a temporada de ópera começa. De junho ao início de setembro, as produções são colocados em um ambiente histórico. Grite “Bravo!”  e pegue uma almofada – as antigas arenas romanas não vêm com estofamento.

21 de Junho
Stonehenge, Wiltshire, Inglaterra

onde ir em junho - dia 21 - stonehege

Porque agora: Observe o sol em um dos pontos mais lindos da terra, no dia mais longo do ano.

As celebrações para marcar o dia mais longo do ano envolvem ( ou envolviam) muitos ritos e lendas. Os ritos de fertilidade para sucesso agrícola era um deles. Uma das mais famosas celebrações do solstício de verão é o da Inglaterra, no místico Stonehenge (Tenho certeza que já viu essa imagem em seu desktop :)). De 1985 a 1999 o evento ficou fechado e ilegal, devido a um confronto entre a polícia e os viajantes, mas em 1999 foi reaberto e a aurora em Stonehenge é observada por mais de 20.000 pessoas. Vale a ida se estiver por ali, o local fica próximo de Londres mas não há muito o que fazer, além da observação das rochas e do sol no local.

22 de Junho
Arquipélago de Bazaruto, Moçambique.

Porque agora: Para excelente clima e condições debaixo de água, e a chance de ver baleias.

O Arquipélago de Bazaruto, ao sul de Moçambique, é um paraíso. Águas claras excelentes para mergulho e snorkel o ano todo, mas é de junho a setembro que as baleias jubarte passam pelo local o que aumenta me muito a chance de ver esses animais enquanto se mergulha. Além da baleia, golfinhos, mais de 2000 tipos de peixes e tartarugas verdes são vistos por lá. Aventura incrível.

23 de Junho
Mt Damavand, faixa de Alborz, Irã

Porque agora: É o início da temporada de trekking, quando as condições são melhores.

Mt Damavand (5671m) é a montanha mais alta do Oriente Médio e um dos ícones turísticos mais reconhecidos no Irã. Damavand não requer equipamento técnico, apenas boa aptidão. Subir muito rapidamente é o aspecto perigoso desta rota, dada a altitude e pressão nos pulmões. Junho a meados de Setembro é a melhor época de escalada: os caminhos são geralmente livres de neve, o clima é mais ameno e o acampamento base pode ser facilmente acessado através de transportes públicos.

24 de Junho
Sacsayhuamán, Cuzco, Peru.

Porque agora: Para participar do festival Inca ao Deus Sol, o Inti Raymi

Acontece todo ano, no dia 24 de junho. O festival anual de Inti Raymi reencena tradições de 500 anos atrás no auge do império inca – naquela época era a maior cerimônia na então capital, Cuzco – e é um hino ao Deus sol, Inti. Nos sacrificos do passado eram utilizadas llamas, felizmente hoje em dia o evento não possuiu mais o lado de ritual sangrento sendo apenas uma festividade e um “falso ritual de sacrifício”. O evento ocorre na ruína de pedra misteriosa de Sacsayhuamán, na periferia de Cuzco. Um ator é escolhido para retratar Sapa Inca, o imperador, e é levado em uma carruagem de ouro em procissão e tudo acontece. A partir de Qorikancha, o templo do sol, os ventos procissão pelas ruas da cidade, que são preenchidos com música, orações e flores; senhoras com vassouras varrendo os maus espíritos. Ao chegar ao Sacsayhuamán, os discursos são entregues em quíchua, a língua inca, e o sacrifício falso é realizado. O sumo sacerdote prende um coração até Pachamama e lê o futuro nas manchas de sangue e a procissão retorna para Cuzco. 

25 de Junho
Masai Mara e Serengeti, Quênia e Tanzânia.

onde ir em junho - dia 25 - tanzania

Porque agora: Mais de um milhão de gnus atravessam os rios infestados de crocodilos

Essa é a mais famosa migração de um mamífero por terra. Embora gnus africanos são por vezes chamados de “palhaços das planícies ‘ eles são extremamente sérios quando começam a sua jornada anual em Serengeti da Tanzânia para pastagem fresca em Masai Mara no Kenya. Mais de um milhão de gnus, juntamente com 500.000 gazelas e 200.000 zebras em busca de alimento. No final de junho os gnus rumam para o norte e seguem para Mara, por isso este é um bom momento para observa-los cruzando o norte do Serengeti.

26 de Junho
Parque Nacional de Loango, Gabon.

Porque agora: Início da estação seca e a temporada de baleias no selvagens da África Ocidental.

Apelidado ‘da África do último Paraíso’, os 1550 km quadrados do Parque Nacional de Loango foram uma das primeiras áreas protegidas do Gabão. Intactas e rica em uma variedade diversificada de animais selvagens, em nenhum outro lugar você pode ver hipopótamos, elefantes, leopardos em uma praia de areia branca à beira-mar ( ou pode vê-los em Madagascar). Só recentemente os cientistas percebem que a 100 km de costa desabitada também abriga a segunda maior concentração e diversidade de baleias e golfinhos em todo o mundo. Entre as 14 espécies encontradas aqui são 1500 a 3000 baleias jubarte que chegam em junho para parir e passam o inverno com seus filhotes.

27 de Junho
Worthy Farm, Somerset, Inglaterra – Festival de Glastonbury

onde ir em junho 27 - Festival de Glastonbury

Porque agora: Traga suas galochas para o maior festival- de música ao ar livre ( e com direito a lama)

Bem-vindo ao Glaston’. O festival de Glastonbury é o maior e considerado melhor festival de música do mundo. É como Woodstock, exceto pelo fato de que continua a existir (quase) todos os anos. A lista de artistas vai de Dylan, Bowie, Oasis, Blur, Björk e mais. Além da musica, que atrai mais de 175 mil pessoas, há tendas exteriores peculiares e pores do sol espirituais que fazem deste um encontro como nenhum outro. 

( ! ) Esse ano o festival vai de 22 de junho a 28 de junho. Os ingressos voce encontra aqui (mas já estão esgotados).

O line-up conta com: Muse, Adele (que já recusou convite para o palco principal de Glaston), Coldplay, Ellie Goulding, LCD Soundsystem, New Order, PJ Harvey, Earth Wind & Fire, Art Garfunkel, Mac DeMarco e Beck, e muitos outros.

28 de Junho
John O’Groats, Grã-Bretanha.

Porque agora: O clima favorece um passeio de bike no verão, com Junho sendo o melhor mês para estradas tranquilas.

Do fim da Terra para John O’Groats – da ponta extrema sudoeste para o canto nordeste do continente britânico – é uma rota que atrai cerca de 3000 pessoas por ano. A rota mais frequentada tem cerca de 1600 km de comprimento e deve ser percorrida de bicicleta. A maioria dos ciclistas fazem a viagem em duas a três semanas, mas dá pra fazer em mais tempo ( ou menos se você for um velocista). No verão, pouco antes de férias escolares, é o melhor momento para a rota, pois os dias são mais longos. Para melhores condições, vá da direção sul para o norte, nesta direção, os ventos são mais propensos a serem favoráveis.

29 de Junho
Haro, La Rioja, Espanha.

Porque agora: Participar no Batalla del Vino, uma chance de mergulhar e ser embebido por dedilhar.

Esse é o dia de São Pedro em Haro, capital da região de produtoras de uva roxa da Espanha. Milhares  de pessoas vão às ruas com pistolas, baldes e garrafas carregadas de vinho e água para fazer uma guerra de vinho. A guerrinha dura 3 hors e a cidade oferece munição aos participantes, que devem, obrigatoriamente, vestir uma camisa branca. Armar-se com algum tipo de arma de água é altamente recomendado.

30 de Junho
Caucasus, fronteira entre Russia–Georgia, Russia.

Porque agora: Correr atrás de um pedaço de queijo.

Bem-vindo a mais alta montanha da Europa: Elbrus vulcânica, na fronteira da Rússia e Geórgia, a 5642m acima da divisão geográfica entre a Europa e Ásia. A subida até o cume não é tecnicamente difícil, e é facilitada por um teleférico que o leva até 3800m. Daí pode-se continuar a caminhada até o topo ou voltar de teleférico. Por ser muito acessível, é também altamente visitado e o passeio precisa ser reservado com antecedência na alta temporada (os meses de verão mais quente). A caminhada final é feita em um dia – cerca de 8 horas para subir e 8 horas para descer. Um trabalho árduo, mas a recompensa é incrível.


E aí,  Vai pra algum lugar e quer contar aqui? Glastonbury ou Festas Juninas?

Para ver todas as listas primeiro, inscreva-se 😉

Os 30 lugares mais incríveis do mês no seu email
Quem já assina a nossa lista regular também irá receber, não se preocupe.
Somente meus segredos. Somos contra Spam.

Deixe seu comentário!

Loading Facebook Comments ...

One Reply to “Onde ir em Junho? | Série 30 lugares em 30 dias”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading Disqus Comments ...