O Google lançou um aplicativo para os viajantes e turistas de plantão, o Google Trips.

Com o slogan: “See more, plan less”, ou “veja mais, planeje menos” , ele promete ser o aplicativo ideal para organizar e planejar viagens.

A ideia é que ele substitua TUDO o que você está acostumado a usar hoje em dia para planejar a viagem. 

Um otimizador de tempo parece incrível, mas será que é bom assim mesmo?

Bem, o aplicativo foi lançado no dia 19 de setembro e ao invés de correr aqui te contar eu resolvi testar antes.

O resultado com os prós e contras você lê aqui e ao final há um vídeo das operações todas que fiz aqui, no meu celular.

Vamos lá!


Como funciona e o que é o Google Trips

google-trips-como-funciona-2

Primeiro passo é instalar o aplicativo Google Trips na Google Play (Android) ou na Apple Store (iOS)

Após instalar, você deve fazer login com sua conta Google (é necessário possuir um email google).

Há duas formas de utilizar o aplicativo, a primeira é planejando a partir do zero e a outra é após a compra de passagem ou reserva do hotel.

Logo no início o aplicativo pergunta: “Para onde você quer ir?”.

Digite a cidade de destino e informações sobre: o que fazer, locais salvos por você, dicas de roteiro e número de dias com mapa, dicas de restaurantes, transporte, segurança, aeroportos e até conversão monetária ou medidas de emergência. Tem de tudo.

Os roteiros são baseados em locais populares de outros viajantes para mais de 200 cidades no mundo e a previsão é de aumentar o número de cidades gradualmente.

Com a pesquisa feita, você pode salvá-la como uma possível viagem e começar a organização e planejamento com todo suporte do gigante buscador Google.

A outra opção utiliza dados de reserva, voos e tickets que você possui no seu email gmail para apresentar alguma viagem que você fará e dar dicas do local.

Esse sistema é herdeiro do Google Now, é provável que você já o possua e use sem nem saber.

Nesse caso, todas viagens que você já fez algum dia na vida também aparecem no aplicativo do Google Trip.

Testando o aplicativo Google Trips

Eu testei ambos os métodos, e utilizei as minhas viagens passadas para avaliar quão fiel e certeiro o google é com gostos e preferências. Afinal de contas se o aplicativo promete ser a substituição completa do planejamento de viagens, eu quero que ele faça exatamente isso. Certo? 

Passo 1: Defina o destino

Simulei uma ida a Roma, Itália. Respondendo a pergunta “Para onde você quer ir?” digitei “ROMA” e cliquei em “Create a Trip”. 

O aplicativo, por enquanto, só está disponível em inglês, mas a navegação intuitiva ajuda mesmo quem não tem muita familiaridade com a língua.

Em Create a Trip você nomeia a sua viagem, chamei a minha de: “Quem tem boca vai a Roma” :D.

O aplicativo fará uma sugestão de número de dias “ideais”. Assim que você inserir a data de ida ele sugere a volta, nesse caso ignorei a sugestão (que era de 3 dias) e coloquei 15 dias, só pra ver como o aplicativo se comporta caso alguém queira ficar muito mais dias que o “recomendado”.

Você também pode inserir mais trechos no roteiro. Coloquei VERONA e dessa vez aceitei o número de dias sugeridos. O aplicativo coloca automaticamente a ida e volta desse novo local após o primeiro.

Passo 2: Confira seu roteiro programado pelo Google Trips em “Day Plans”

Definidos os locais o próximo passo é avaliar o roteiro dos dias. Nesse sentido o aplicativo deve ser imbatível pois é nessa hora que precisamos pesquisar mais.  Clique em “Day Plans” e veja o que fazer.

Bem o google me sugeriu apenas 3 dias, embora eu tenha dito que ficaria 15 dias na cidade. Tudo bem, eu fui teimosa, mas eu tenho que programar meus 12 dias extras sozinha. OOOPS, falha tua google!

Agora, sobre o roteiro, gostei demais da forma como o aplicativo o apresenta. Em lista e em mapa que faz qualquer google mapas sentir inveja! Ele aponta distâncias, planeja sua caminhada aqui e ali. Muito legal!

Dá uma olhada:

Passo 3: Ajustar o roteiro com ajuda das recomendações personalizadas em “Things to do” e “Saved Plans”

Você pode adicionar locais extras para visitar ou remover algum da lista que o Google sugere. Nessa hora é que o aplicativo junta tudo que sabe sobre você para sugerir locais na aba “For You (Para você)” dentro do item “Things to do (coisas a fazer)”. 

O google utiliza dados do seu email, nas buscas que faz no google e na sua lista de contatos (isso mesmo) para fazer a sugestão do “For You”.

Eu resolvi observar as sugestões do “For You” com base nas viagens que eu já fiz e lugares que conheço muito bem, para ter alguma base. Avaliei as cidades de Curitiba, Rio de Janeiro, Foz do Iguaçu, Buenos Aires e Santiago.

Achei que o Google acertou em 90% das sugestões. Dá pra dizer que ele conhece bem meus gostos, então não errou feio em nada que sugeriu, mas ao mesmo tempo ele não sabe tudo que eu gosto então deixou de me sugerir locais que eu  c h o r a r i a  se não fosse conhecer.

Outro local para buscar referências é a janela de “Saved Places” que mostra locais salvos por você no mapa.

Sabe quando eu te falo aqui para salvar os mapas dos roteiros completos para o seu mapa? O app consegue “ler” esses locais. Caso você venha ao Aos Viajantes procurando um roteiro, pode salvar os mapas daqui para seu Google Trips. Isso é uma coisa muito legal do aplicativo.

Passo 4:  Confira sua passagem e hospedagem facilmente em “Reservations”

Vá para a aba “Reservation (Reservas)”.  Ali são mostrados dados de transporte e hospedagem. O Google buscará no seu email detalhes como: localizador, horários, e dados do hotel ou aluguel de carros.

Isso é ótimo!

O que não é tão bom é o fato do aplicativo buscar qualquer email que seja relacionado a transporte e hospedagem, mesmo que não seja no seu nome.

Explico: Se alguém te enviar um email dizendo: “Amiga, comprei as passagens pra Paris e estou encaminhando o email da reserva para você, vamos? Compre junto comigo!”. O Google vai fazer o que? Inserir Paris como uma futura viagem sua e colocar todos os dados de voo da sua amiga como se fossem seus mesmo que a passagem não esteja no seu nome e mesmo que você nem vá fazer essa viagem. 

Cabe a você excluir essa viagem do seu aplicativo, o que não é nada problemático. 

Passo 5: Utilizar o modo OFFLINE , sem necessidade de internet

Nessa o Google Trips acertou em cheio! Você pode pedir para o google disponibilizar todas as informações da viagem para uso sem internet (basta clicar em Download).

Porque nem sempre estamos com internet né? Embora eu tenha recomendado aqui que você compre um pacote de dados por segurança.

Passo 6: Utilizar o aplicativo Google Trips durante a viagem seguindo as sugestões de “Foods e Drink”

Observei essa aba de diversas cidades em que estive já, percebi que algumas cidades possuem muitos mais detalhes que outras.

Por exemplo: para Roma o Google Trips explica um pouco da origem da culinária e separa as sugestões de locais por tipo de cozinha, pizzaria, bar, tradicional e etc (aba “Overview”). Além de oferecer uma outra aba com os mais visitados (aba “Top Spots”).

Para Verona, a minha cidade da viagem fictícia, há apenas indicações de Mais Visitados e bem simples. 

Conclusão: O Google ainda não possui dados de tudo para todas as cidades. Das cidades Brasileiras, Rio de Janeiro e São Paulo estão com dados completos, enquanto outras cidades turísticas como Foz, Salvador e Florianópolis ainda tem informações limitadas.


Resumo da experiência com Google Trips

Achei o Google Trips um bom aplicativo mas não substitui completamente outras formas de gerenciamento e planejamento de viagem.

O Google utiliza a base de dados que você e outros viajantes fornecem. Tudo que for popular estará no Google Trips mas o lado espontâneo e o novo deixa a desejar. 

Além disso ele ignora o fato de você querer passar mais dias que o “recomendado” em alguma cidade.

O rastreio de email é útil e ótimo, mas suas passagens e reservas que não puderem ser rastreadas por email vão ficar de fora.

Por outro lado a organização e menu intuitívo são ótimos! O mapa que o programa fornece é super interessante mesmo! A facilidade é excelente para quem tem uma viagem de última hora , não conhece nada na cidade, e quer saber o que fazer na cidade sem pesquisar muito.

Eu usaria (e usarei) como suporte e quem sabe para pegar alguma dica durante a viagem, para algum momento de brecha no roteiro e explorar o local. Posso tentar inserir meus roteiros no programa mas fico pensando se não seria duplo trabalho. De qualquer forma, não substitui uma boa busca de roteiros não, ao menos por enquanto. 

Vantagens

  • Funcionar mesmo sem internet com tudo que você programou previamente
  • Sugestão de roteiros e dias “otimizados”
  • Navegação intuitiva
  • Reunir seus dados de transporte e hospedagem e mante-los acessíveis facilmente
  • Pré-agendar uma viagem com base em seu email
  • O mapa bem organizado e apresentado. Com distâncias e  tempo caminhadas calculadas entre as atrações
  • Viagens de última hora podem ser planejadas com mais facilidade
  • Para as cidades que estão habilitadas, as informações extras sobre a cultura e detalhes de segurança são excelentes.

Desvantagens

  • Utiliza informações presentes no Google, então telefones de hotel e agência podem estar desatualizados.
  • Busca dados do seu email, se houver algo comprado sem comprovante virtual/email o Google Trips não informará.
  • A lingua inglesa do aplicativo pode atrapalhar alguns viajantes, mas há promessa de mudar para portugues em breve.
  • Não há a posibilidade de obter dicas para um país, deve-se especificar a cidade de destino.
  • Ignora quantos dias de fato você estará a cidade e mostra sugestões de roteiro baseadas na maioria dos viajantes
  • Mostra locais populares nas sugestões podendo ignorar um ótimo lugar novo, porém sem visibilidade no google.
  • Sugere locais especialmente para você mas pode não saber completamente seus gostos.
  • Ainda não possui um banco de dados rico para todas as cidades.

Já conhece o Google Trips e já usou? Conta pra mim sua experiência!!

E inscreva-se aqui para não perder novidades como essa que pdem te ajudar a qualquer momento.


Um video que resume tudo, dá uma olhada (ou salve o canal do YouTube para ver depois.

https://www.youtube.com/watch?v=s7S34KwFnAg

Receba as melhores dicas !
Economizar mais e planejamento de viagem
Somente meus segredos. Odiamos spam.

Deixe seu comentário!

Loading Facebook Comments ...

5 Replies to “(Testei!) Google Trips promete ser o app definitivo do viajante, será?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading Disqus Comments ...