Buenos Aires a Primeira vez, sempre inesquecível.

Sempre que fazemos algo novo ou que viajamos para um lugar pela primeira vez tudo é cheio de expectativa e curiosidade!

Nós queremos estar com tudo certo pra aproveitar a experiência ao máximo, e para que ela seja boa, perfeita, não é?

Bem, para isso, ajuda muito se voce saber alguns detalhes antes de começar a sua viagem pela capital Porteña e olha que bom, foi o que fiz aqui nesse post para voce =).

As dicas que reuni são básicas e fáceis mas irão te salvar de muito aperto, como me salvaram quando estive por lá, pode acreditar!

A ideia desse post é voce usa-lo como ponto de partida pra decidir tudo que deve ser decidido e como MENU para outros posts de Buenos Aires. É muita coisa, eu sei, mas com organização interessante a gente chega lá.


Voc^pode gostar de:

O que fazer em Buenos Aires (além do tradicional)

Dica de Hospedagem no hotel Esplendor Palermo Hollywood

Roteiro Buenos Aires para 1 semana

Roteiro Buenos Aires fim de semana ou feriado

Rio da Prata em Puerto Madero e a Puente de la Mujer
Rio da Prata em Puerto Madero e a Puente de la Mujer

# Os Voos e aeroportos: 

Passeio frequente para brasileiros,  há voos todos os dias partindo de diferentes cidades. Fiz a viagem partindo de Montevidéu para Buenos Aires, o que também pode ser feito de onibus. Verifique as taxas de voos e tempos de viagem.

Considere 3 horas a mais no tempo de voo pois é o tempo para malas, check in e sala de embarque e veja o que é vantajoso pra você.

Há dois aeroportos na cidade, Ezeiza (sigla EZE), maior e mais distante, e o Aeroparque (sigla AEP) , a 10 min do centro. Pros free-shoppeiros Ezeiza é o melhor.

Chegando pelo EZE pode-se pegar taxis, chamados Remis, onibus de linha ou onibus especiais e aí que entra a minha segunda dica:

# Os Taxis e seus golpes

Golpe do trânsito 

É bom FICAR ATENTO A TAXAS QUE SE DIZEM OBRIGATÓRIAS e a tudo que pular na sua frente na saída do aeroporto, pois a exemplo do que vemos em algumas cidades brasileiras, há taxímetro adulterado e taxas de preço fechado abusivas, muito acima dos valores que se pagaria em uma corrida comum.

Além disso, há golpes mais velhos que as nossas avós mas ainda praticados aos montes pra pegar turista desinformado. Uma pena!

Das duas vezes que fui, passei por essa situação.

Na primeira, menos atenta, o taxista do aeroporto estava como TAXÍMETRO ADULTERADO, pois por mais que houvesse transito um pouco parado, não fazia sentido que os valores estivessem tão acima do esperado. Comentei com o taxista esse fato, mas esse só sabia culpar o transito. Fiz minhas continhas baseada na kilometragem e não estava certo aquilo.

Só consegui me livrar porque deixei claro que não tinha dinheiro e que era pra ele nos deixar ali mesmo (no meio do caminho), ele foi sugerindo que parássemos num banco (aff!), ficou dizendo que aceitava reais, mas só disse que não tinha nada.  Ao final ele nos deixou no hotel, mas pagamos menos que o valor dado no taxímetro.

Hoje, felizmente existe o Uber, Cabify e tantas outras alternativas, os Remis também são mais confiáveis que os taxis.

Golpe da nota falsa

Um clássico.

Você dá uma nota alta (100 pesos ou dolares) e o taxista a devolve dizendo que é falsa, mas antes disso ele troca a sua nota com a dele, essa sim, a falsa. E aí voce fica com cara de bobo. Fique atento!

Bandeiras

Há DUAS bandeiras, a chamada diurna, normal, e a chamada noturna, o que no Brasil conhecemos como bandeira 2.

Você pode estimar seus valores de transporte com os taxis pelo site Viajo en Taxi . Ajuda a se proteger dos golpes e a deixar seu orçamento ainda mais redondo.

( ! ) Antes de viajar saiba quanto vai custar a corrida do aeroporto até o seu hotel e anote esse valor em algum lugar que possa ser consultado facilmente.

Essa é a melhor maneira de saber se voce está sendo enganado pelo taxista com o golpe do taxímetro alterado.

# A Chegada e o Primeiro dia

O seu primeiro dia vai depender bastante do seu horário de chegada. Pra não perder tempo e conhecer mais, os que forem se hospedar no centro, podem andar sem compromisso por ele no dia da chegada evitando “corres-corres” nos próximos dias. Aos hospedados em outros bairros, é melhor que reservem um dia para o centro se chegar no período da manhã.

( ! ) Importante: não adianta acordar cedo.

Alô dorminhocos de plantão, essa é a sua cidade! A cidade acorda as 10hrs.

Turistar as 8hrs pela cidade é válido e é grande a chance de você conhecer a cidade com menos caos, mas não dependa de serviços antes desse horário.

Familiarizem-se com o ambiente em torno do hotel, descubra onde estará a casa de cambio próxima ou em boa cotação, pegue mapa do hotel e de uma olhada na previsão do tempo.

# O Hotel

dica-de-hotel-em-buenos-aires-palermo-esplendor-palermo-hollywood-cama

A escolha do Hotel é muito importante, é onde voce irá recarregar as baterias e tomar um bom café da manha antes de sair. Escolha o hotel pensando em como será sua viagem, isso ajuda muito.

Responda a pergunta: Voce quer andar pela cidade ou prefere fazer tour com ônibus de turismo?

Eu sugiro basicamente 2 ou 3 bairros, o Centro, Palermo Soho e Hollywood  e a Recoleta.

Nessa primeira vez eu fique no centro, mas depois resolvi me hospedar em Palermo e amei!

O centro é perto de muitos pontos turísticos e o centro de Buenos Aires permanece “vivo” e movimentado mesmo depois que escurece, o que aumenta a sensação de segurança.

O hotel do centro foi indicação de amigos, o famoso Hotel Mundial, ele atende bem as necessidades e em resumo é um bom custo-beneficio, tem café da manhã bem completo e perto de duas ou três linhas de metro.

Se voce não se importar com localização mais central ( e próxima aos pontos turísticos clássicões) , ou se essa já não for a sua primeira vez pela cidade, recomendo ver algo em Palermo, o bairro é lindo. Eu moraria lá fácil!

#Moeda e Câmbio

Desde que alteraram taxas de cartão de crédito, IOF e cartões pré-pagos, deve-se considerar ainda mais a opção dinheiro vivo.

Em Buenos Aires pode-se ter uma grande vantagem cambial em se levar dinheiro vivo, seja real, pesos ou dólar.

Na época, decidi levar apenas dinheiro em espécie e cartão de crédito. Fiz um saque no caixa do aeroporto mesmo com o suficiente para o táxi e mais um dia de alimentação e passeio com folga (em torno de 100$ cada convertidos para o valor em pesos na época).

Optei por fazer esse saque lá porque sabíamos que daria tempo de passar em uma casa de câmbio naquele dia ou no próximo e não havia urgência em garantir grandes estoques dinheirísticos.


Leia + dicas em: Guia de Buenos Aires


Há lojas e restaurantes que pagam mais pela conversão do seu dinheiro em real para pesos do que as casas de cambio. Puerto Madero, por exemplo, é quase sempre melhor se pago em reais!

Pergunte sempre e tente negociar, uma coisa que aprendi nas andanças a países latinos foi não aceitar o primeiro preço, principalmente se eu considerava abusivo. Eles provavelmente também consideram mas tentam fisgar alguém que caia na lorota e é prática comum barganhar 😉

Se seguir a risca os roteiros que já postei, estime entre 200-250 reais por dia para alimentação, passeios e compras, (SIM TUDO).

Em 5 dias você vive, come, compra, transita e muito bem com 1500 reais, e sobra pro free-shop ainda.

( ! ) A partir de sexta-feira as casas de cambio sobem a cotação desfavoravelmente pra gente, considere trocar reais em datas fora do período sexta-sábado-domingo. Fique com as terças.

#Compras

Ao que tudo indica e até a presente data não se faz mais compras em Buenos Aires como antigamente. Mas nem tudo está acabado.

( ! ) Atualização de 2017: Vinhos, Doce de Leite e Alfajor ainda vale apena comprar.

Couros, couro ecológico e artigos esportivos pode ser uma vantagem ainda, não só pelo preço mas também pela oferta e gama de produtos. Vale a pena ler o post que fizemos especialmente para essa questão de viajantes atentos a uma BOA oportunidade.  São detalhes, localização de melhores lojas e detalhes que você nem imagina sobre a água de lá.

#Alimentação

O QUANTO se gasta varia muito de turista pra turista quase que em acordo com a prioridade que você dá a isso. Importante ver se o hotel oferece café da manhã e a que preço, você pode ter dificuldade em encontrar locais para comer muito cedo (tipo 8hrs – 9hrs) em BsAs. Dá pra dizer que o preço de lá não varia muito do nosso em grandes cidades como Rio ou São Paulo. Come-se bem, muito bem!

Aqui nós gostamos de fazer roteiros gastronômicos pelos locais do mundo, do Brasil ou nas cidades que moramos, é um turismo de gordices maravilhoso!

Gostando do turismo gastro ou não, recomendo ler o guia gastronômico e leva-lo no bolso para curtir o melhor da refeição em cada bairro, seja por preço ou gosto 😉

#Parques, atrações e shows 

Visitar parques, zoos e ir a shows de Tango fazem parte do pacote-básico-turismo. E mesmo que seja sua segunda vez, é bem provável que você queira repetir alguns desses passeios e experiências.

As entradas para os museus e jardim japonês foram em torno de 15 pesos.

O Tango e o Zoo de Lujan são os que mais aumentam a conta, a uns 130-150 pesos cada. (Lembrando que para Lujan há o custo com transporte).

E também fizemos um passeio pelo Mar del Prata, com van de excursão , bem no esquema tranquilidade e conforto (mas não há muitas opções de se ir até lá sem ser assim), por 160 pesos cada.

Em geral, dá invejinha do povo de lá que pode curtir a cidade sem se empobrecer por conta disso. 16 pesos, ou mais ou menos 8 reais numa entrada de museu está bem aceitável. Gastamos no total 250 reais cada para fazer tudo isso.

Museu da Evita Perón, também vale a para no restaurante
Museu da Evita Perón, também vale a parada no restaurante

#Clima

O clima de Buenos Aires é mais ou menos como o da região sul-sudeste do país, mas com estações mais bem definidas. O verão é quente e o inverno é frio, ponto.

Para evitar chuvas, vá em junho e julho, mas não espere calor já que o inverno de lá tem mínimas de 7ºC e máxima de 15ºC nesses meses.

Em janeiro, verão, a máxima fica em torno de 30ºC no período.

Eu penso que se voce vai a Argentina pela primeira vez, tem que curtir a onda da cidade, e a onda da cidade é o inverno! Fato. Tomar café e chocolate quente, usar botas de cano alto não combinam nada com suor de verão. Além disso, o inverno é quando há clima mais seco, melhor pra caminhar por lá.

Veja voce mesmo mes a mes aqui:

MES JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ
Temperaturas MÍNIMAS 18 17.7 15.6 11.5 8.9 7.2 6.5 6.9 8.9 11.8 14.4 16.2
Temperaturas MÁXIMAS 29.2 27.9 25.7 21.4 18.2 14.9 14.8 16.1 18.2 21.1 24.6 27.8
Chuvas (mm) 104 98 115 97 80 61 59 63 68 104 98 93

 #O Metro (Subte)

O metro de Buenos Aires é eficiente e prático. São conhecidos por lá como ‘Subte’, você compra a passagem na hora mesmo e é bom ter o dinheiro trocado (ótima maneira de ‘desovar’ as moedas). Atualmente (2015), paga-se 4,50 pesos argentinos, ou RS 1,30.

Ele cobre a cidade dividida em seis linhas nomeadas com letras e cores. A cada entrada de metro (subterrânea) você verá o nome da estação, a cor e a letra.

Metro (ou Subte) e linhas com cores e letras, super fácil.

Minha dica é que você, em posse do roteiro e dos pontos turísticos, olhe os metros das proximidades. Claro que o tempo de deslocamento é importante, mas metros costumam levar menos tempo que taxis. Evite também locais notadamente perigosos e menos urbanos, como é o caso do Caminito.

( ! ) Seja um turista legal e evite a hora do rush, que lá é mais tarde que a nossa entre 19hrs-20hrs, (já falei que a cidade não acorda cedo não é? :))

Pra dar uma mãozinha, segue uma lista com pontos turísticos e as linhas de metro que estão nas proximidades:

Casa Rosada – Estação Plaza de Mayo, Linha A, azul claro E Estação Catedral Linha D, verde.

Catedral – Estação Plaza de Mayo, Linha A, azul claro E Estação Catedral Linha D, verde.

Puerto Madero – Estação Leandro N. Alem, Linha B, vermelha.

Rua Florida – Estação Florida, Linha B, Vermelha.

Praça San Martin – Estação General San Martin , Linha B, Vermelha.

Obelisco – Estação 9 de Julio , Linhas C, Linha B e Linha D.

Teatro Cólon – Estação Tribunales, Linha D, verde.

Zoo de Buenos Aires – Estação Plaza Italia, Linha D, verde.

Jardim Botânico – Estação Plaza Italia, Linha D, verde.

Outlets– Estação Malabia, Linha B, Vermelha.

UFA! Agora você é praticamente um expert em Buenos! Leia e releia o texto pois a cada nova descoberta lá, você acha mais utilidade no que foi dito aqui.

E por falar nisso, que tal ir ao próximo passo? Vamos montar o seu roteiro?

Opção 1: Ritmo turista andarilho curioso. Para roteiro de uma semana.

Opção 2: Ritmo turista pouco tempo. Para roteiros com 3 a 4 dias INTEIROS.

E não se esqueça de levar com voce o Guia Gastronômico!  Os melhores restaurantes, divididos por bairro, preço e tipo de culinária!

Voce pode ainda combinar ambas as opções se quiser fazer ainda mais passeios fora da cidade.


Acha que está faltando uma estação de metro interessante?

Como estava o tempo em Buenos Aires quando voce foi? Conte pra mim comentários!

Advertisements

Deixe seu comentário!

Loading Facebook Comments ...

7 Replies to “Buenos Aires, a Primeira Vez

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading Disqus Comments ...