Montevidéu – Conheça a Capital do Uruguai

Uma cidade antiga carregada de história e tão aconchegante que vai te fazer querer parar no tempo pra curtir mais um pouquinho.

A capital do bucólico Uruguai chama atenção pela sua arquitetura robusta e contrasta bem com os jardins delicados.

Um destino romântico e convidativo ao bolso, é ideal pra se visitar no outono/inverno, mas uma primavera/verão faz com que Montevideu se encaixe perfeitamente numa pré-estádia rumo ao litoral Uruguaio (Punta del Leste está a alguns km dali).

Esse destino é uma feliz aposta pra colar em roteiros mais longos! Conheci esse lugar lindo e adorei, quer vir comigo?

La Rambla
La Rambla

A conta certa – número de dias no roteiro

Pra mim são 3 dias inteiros. Um desses pode até ser o de chegada ou saída (preferencialmente chegada, e de manhã), ficando mais que tres dias só se quiser descansar.

Seguindo esse roteiro, voce terá visto tudo que vale apena até o fim do 2ºdia inteiro, pode confiar. 😉

Se você é do tipo de turista que anda por tudo, quer conhecer cada local turístico, parques e vivenciar um pouco da cidade, então tá, voce é dos meus! Sendo assim vai concordar comigo que Montevidéu é deliciosa pra se visitar e ainda é uma viagem barata!

#O Voo

O voô partindo do Rio de Janeiro pelo galeão (GIG), foi com escala até Porto Alegre – RGS (POA), e de Porto Alegre até Montevidéu. Anote aí: Voos diretos partem de Porto Alegre , São Paulo (GRU) e Rio de janeiro (GIG). A GOL, TAM/LAN, e a novata BQB operam nesse trecho quase sempre com escalas.

A disponibilidade de dias e horários pode ser limitada, fazendo com que voce só encontre voos com escala. É um trecho rápido e tranquilo mas diminui seu tempo de turista. Não recomendo ir para lá com escalas longas se o objetivo for passar um feriado ou um fim de semana estendido.

( ! ) O táxi do aeroporto ao centro são cerca de 1200 Pesos Uruguaios (jun/2012),os preços são tabelados.

– Para saber mais sobre itinerários partindo de qualquer lugar do Brasil:  Todos os horários de voôs

#Chegando – 1º dia (Domingo) Dia de Jogo

Cheguei 12:00 e em dia de jogo do Uruguai. Os Uruguaios são bastante nacionalistas , ou pelo menos se o assunto é futebol.

A Praça estava lotada de gente pra ver a seleção no telão montado em um dos prédios. Hospedei-me no Hotel Ibéria. {Veja no mapa ao final do post}. 

Fui tratada bem, o quarto era aquecido, o que foi fundamental pois o Uruguai em Junho é bastante frio.

Uruguaios
Uruguaios

Reservei o Hotel por recomendação no TripAdvisor, optei pelo Centro por estar próximo aos pontos que iria visitar. Como viajante andarilha isso faz diferença na hora de utilizar os pés como meio de transporte.

Se está numa segunda visita ou pretende usar sempre transporte público/ agencia como guias, o Bairro Pocitos pode ser uma boa opção de hospedagem.

( ! ) Uma das maneiras de se definir o bairro do Hotel é com base no seu meio de transporte principal.

Nesse dia me ambientei sobre o bairro e distâncias entre hotel e pontos turísticos.

É bom ter um dia “sem programação” na viagem, e interessante ou quase obrigatório que seja o dia da chegada, especialmente se você chega em metade do dia e não ao início ou fim dele.

( ! ) Aos Domingos, quase nada funciona na cidade.

Aproveitei para conhecer o Shopping Punta Carreras. Nada demais por aqui, mas o jantar me surpreendeu. Provei massa e vinho da casa no El Fogón. O restaurante tem uma rede pela cidade e recomendo fortemente que se conheça algum deles. Delicioso.


Leia mais em: Montevidéu-Onde Comer?


#2º dia (Segunda-feira) A saga do café

O Hotel não possuia café da manhã então fui atrás de algum na rua, como bons turistas acordei bem cedo, pra quê? Difícil um café aberto antes das 10horas!

( ! ) Sempre passe no mercadinho perto do hotel no seu primeiro dia. Leve para o hotel garrafas de água e alguns lanchinhos para comer ao longo do dia ou de café da manhã.

O turismo começou no táxi rumo ao estádio Centenário. As visitas ocorrem de segunda a sexta, das 10 as 17hrs, e por 100 pesos uruguaios sendo esses um dos poucos pontos turísticos aberto as segundas.

Uruguai-Montevideu-Estadio Centenario-Roteiro-Turismo
Estádio Centenário

De lá fui ao Parque Rodó (táxi de novo). O bom de ir ao parque é que ao fim desse passeio gostoso você esta quase na orla de Montevideu.

Almocei no RodeLu, fica próximo ao final do parque rodó, próximo a casa de jogos e em frente ao “W Lounge”. Uma boate de lá.

Comi um lanchão clássico Urguaio, lá eles chamam de CHIVITOS e meu Deus! Uruguai tem as melhores carnes do mundo! O Chivito é feito de carne, presunto, alface molho de maionese especial e outras variantes, a 150 pesos cada voce almoça e janta.

Dali já se vê a Orla, ou La Rambla. Fui andando de lá até o hotel, caso seu hotel seja muito no centro velho ou caso seja tarde tome cuidado e se preferir ande toda a orla depois vá de taxi pro Hotel, essa região dos Hoteis/centro pareceu meio perigosa.

Jantei no 62 Bar, um lugar agradável onde se é muito bem tratado. Dia de comer a famosa Parrilla.

( ! ) Aproveite o Táxi barato e esqueça os onibus caquéticos para transporte.

#3º dia (terça-feira) La Turistagem

Esse dia foi programado pra curtir os turismos de turista na Ciudad Vieja. Dessa vez optei por tomar café no centro, com prováveis mais opções pra se comer cedo, mas já havía aprendido que não adiantava sair do hotel as 8hrs.

Comece pela Plaza Independencia. Ali se vê o teatro Solis tb, muito bonito, mas só fica aberto ate as 17hrs com visitas até as 16hrs , me atrasei um pouco e quando passei por lá já estava fechado, uma pena!

Parque Rodó
Parque Rodó

Dali andamos pelo portal, chegamos no museu Torres Garcia.

Rua Sarandí. Museo Torres García (na tesoura) e Porta da cidade ao fundo.
Rua Sarandí. Museo Torres García (na tesoura) e Porta da cidade ao fundo.

( ! ) Adeque seu roteiro aos dias de visitação de museus e estádios.

No centro, é muito fácil se locomover, a cidade é dividida em quadras quadradas. Andei até o Mercado del Puerto, e dali ao Museu do carnaval.

Nesse, a entrada é franca para as terças-feiras, poderia ser melhor aproveitado mas é interessnate ver esse carnaval, o das máscaras, fantasias, bem teatral.

Não almocei no Mercado pois pareceu muito cheio e sem a paz necessária pro almoço, é entrar por um lado e sair pelo outro!

O almoço na Corchos, casa de massas e vinhos maravilhosa. Mais uma vez  fui de massa e carne, (pode esquecer o regime), humm.

Museu do Carnaval e suas máscaras
Museu do Carnaval e suas máscaras

Daí pude voltar à praça, teatro Solis fechado.

Fim do dia passeando pela rua Sarandí novamente, o local de comércio e artesanatos. Nessa noite jantei na zona bohemia do centro, o bar El Pony Pisador, fica próximo ao museu Torres Garcia.

Teatro Solis, não perca a hora!
Teatro Solis, não perca a hora!

#4º dia (madrugada de quarta-feira) Fim…

Hora de voltar, fiz amizade com um taxista (que me transportou 2x por acaso enquanto estava lá)  e combinei um horário para ele nos pegar no hotel. O voô era super cedo e não se acha táxis nas ruas com facilidade esse horário.

( ! ) Não se esqueça de perguntar ao recepcionista do Hotel se é possível agendar um Táxi para a hora da sua partida.

O Uruguai se mostrou muito hospitaleiro, dá vontade de voltar pra descansar de todo stress do cotidiano sim. Montevidéu é uma cidade simples no povo e rica na cultura. O turista é muito bem recebido, (bem alimentado), e sai com a sensação de que está em casa.

Além disso, é um excelente ponto de partida pra outras rotas, como Punta Del Leste, Colonia del Sacramento (ARG), ou mesmo Buenos Aires, que foi para onde segui.


Leia o Guia de Buenos Aires e todos os posts da série


Clique no mapa para ver os locais citados! (Voce pode adicionar os itens ao seu mapa pessoal)

Deixe seu comentário!

Loading Facebook Comments ...

5 Replies to “Montevidéu – Conheça a Capital do Uruguai

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading Disqus Comments ...